quarta-feira, 6 de julho de 2011

Perda da disputa pela Copa faz Parlamento britânico cobrar transparência à Fifa

Fonte : Rede Brasil Atual

Relatório fala de irregularidades na escolha da Rússia como sede para a Copa do Mundo de 2018

Por: Raoni Scandiuzzi, Rede Brasil Atual

Documento emitido pelo Parlamento britânico nesta terça-feira (5) acusa a Federação Internacional de Futebol (Fifa) de falta de transparência em suas atividades envolvendo o processo de escolha da sede da Copa do Mundo em 2018, na qual a Inglaterra era uma das postulantes.

O relatório foi elaborado pela Comissão de Cultura do Parlamento britânico, dois jornais ingleses e o chamado Comitê Esportivo do país. A investigação foi provocada pela escolha da Rússia como sede para a Copa do Mundo de 2018.

O relatório do Parlamento britânico cita que as investigações "chocaram a todos (que investigaram) pelas alegações de corrupção feitas contra membros do Comitê Executivo da Fifa." O documento também afirma que críticas feitas pela Fifa em relação aos membros da comissão responsável pela candidatura inglesa não são verdadeiras.

O presidente do Comitê Esportivo, John Whittingdale, defende "a realização de uma audiência especial" para apurar a escolha da Rússia como sede e solicita "uma reforma fundamental na direção da Fifa e nos processos de condução nas concessões das competições".

Apesar de não listar as práticas corruptivas denunciadas, o relatório pede "mais transparência" e uma "revisão em todos os processos licitatórios". O documento ainda recomenda para a Fifa tomar como exemplo o Comitê Olímpico Internacional.

Ao final do relatório, é solicitada à Fifa, como primeiro passo para uma reestruturação na entidade, a publicação do documento emitido pelo Parlamento, o Relatório da Comissão de Ética.

Um comentário:

BrunoChapo disse...

Essa parte do futebol me da nojo!
¬¬