sábado, 8 de novembro de 2008

Conquistamos a Saga

Corinthians Paulista, campeão Brasileiro 2008 - Série B.

Tá registrado e marcado na história do futebol brasileiro. Estará na lista dos fatos marcantes do ano em todas as respectativas.

Nunca me dediquei num campeonato como este. Recordo-me do campeoato passado, retrasado, o anterior. Quanta falta de comprometimento com o "time do povo".

Dualib e Nesi terem sidos expulsos agora saiu barato. Carla Dualib ganhará com a Playboy em nossas costas ? Saiu barato mesmo.

Mas lembro-me mesmo daquele jogo no sul. Este jamais esquecerei. Sentimos uma apunhalada que dificil se cicratizará. Quana tristeza.

Lembro-me da gente dentro do bus dos Gaviões, em desilução com a queda, frustados com discussão entre os nossos, os nervos a flor da pele, mas ao mesmo tempo paralisia no espiríto mediante os sentimentos ali presentes.

Derepente: QUERO VER QUEM É QUE ESTARÁ O ANO QUE VEM.

Era o Tio Alex. Alex Simão, ex-presidente dos Gaviões. Recordo-me dele ali propondo a todos a dedicação a este ano que estamos. Recordo-me dos tantos que se comprometeram. Lembro dos meus sentimentos, dos meus pensamentos, acompanhando as colocações do Alex e ali me comprometendo comigo mesmo, quieto, sem alardes.

Começa o campeonato e nossa jornada foi denominada de Saga Corinthiana.

Erámos 44 no ônibus no sul. Destes, 70 % esteve praticamente em todos os jogos da Saga, das caravanas, na conquista da jornada. Tudo inesquecível. Jogos em casa, as caravanas, as articulações de cada viagem, cada preocupação, atenção na arquibanca, tudo inesquecível.

Hoje conquistamos a Saga. Que alívio. Apesar de muitos afirmarem que não devemos comemorar tal título, que não devemos considerar tal conquista, estou muito feliz.

Minha paixão pelo Corinthians começou antes mesmo de eu entender o que era Brasileiro, paulista, séria a ou b. Aprendi a amar o Corinthians, o futebol, a arte da pelada, o Corinthians, nossa mística, nosso povo. Tudo me contagia neste universo. Enfrentei a Saga com muita dignidade e consciência critíca que não devemos nos envergonhar de nosso time, de onde jogamos e em qual campeonato. Devemos ter vergonha de nós mesmos de deixarmos tais dirigentes conduzirem o futebol do Corinthians nestes moles. Que nossa politíca interna ainda seja nas negociações e baseada nos interesses alheios dentro do clube. Isso sim, devemos ter vergonha de ainda deixarmos acontecer e isso continuar ser reproduzido.

Estou muito orgulhoso com meu Corinthians, com o jovem elenco. Não porque jogaremos na elite ano que vem, ou com os grandes do Brasileiro. Mas por termos conquistados um objetivo importante, com determinação, humildade, união e respeitabilidade. Valores fundamentais para conquista coletiva.

Elenco base para o ano que vem. Valores base para o ano que vem. Que assim seja.

Hoje a Nação Corithiana dorme com sentimento de mais dignidade. É o corinthianismo aflorado, contagiado.

Salve o Corinthians, o campeão dos campeões.

2 comentários:

Fabricio_LHP disse...

Sensacional amigo Pulga!
Acho que vc escreveu exatamente o que mta gente gostaria de falar sobre a nossa participação na série B. Comemorei o acesso no Pacaembu, mas não comemorei o título...Na verdade, chorei por ver o Corinthians ganhar este título. Mas é a nossa vida de sofredor, graças a deus!

ROMULO disse...

Muito bom Pulguinha...
Essa saga foi uma incrivel conquista dos Gaviões que não abandonou o time em momento nenhum...
Infelizmente, minha saga foi somente em SP, desempregado é osso, mas meu comprometimento com o Corinthians, assim como o de muitos, não faltou...
Comemorei o titulo sim, e acho que todos nós deveriamos comemorar, pois só nós sabemos as dificuldades e humilhações que passamos...
Vai Corinthians